Os Filhos da Droga

“Eu, Christiane F., 13 anos, drogada e prostituta”

É dos livros para adolescentes mais lidos, e por vezes até o único livro lido por muita gente. Na verdade este livro chama a atenção por vários aspectos. A verdade nua e crua, fria, sem pudor nem preconceito é certamente uma das razões.

Outro aspecto que chama a atenção neste livro auto-biográfico, é fotografias verídicas das personagens do mesmo, uma delas representando uma vítima de overdose numa casa de banho pública.

 Christiane Vera Felscherinow, nasceu em 1962 na alemanha, e é muito provavelmente a tóxico-dependente mais famosa do mundo.

Após uma infância perturbada de negligência e maus tratos, Christiane F. cresce para se tornar uma adolescente revoltada. Aos 12 anos teve a sua primeira experiência com drogas, fumando Haxixe.

Viveu numa época em que a droga era abundante, barata e estava de certo jeito, na moda. Na cabeça de Christiane e dos muitos adolescentes da época, ser popular era sem dúvida quem consumia drogas mais pesadas. Christiane olhava para toxico-dependentes com uma certa inveja da  independência e desprezo ás regras que estes demonstravam.

Em 1975, com 13 anos, Christiane rompe de vez com a pré-adolescência, e todos os fins de semana, o seu destino é a discoteca Sound, na época a mais moderna de toda a Europa, situada em Berlim. A heroína não se fez esperar, embora de inicio apenas por inalação. Não tardou no entanto a sentir necessidade de a injectar, utilizando emprestada uma seringa ferrugenta de um sem abrigo, numa casa de banho pública.

Na verdade o testemunho de Christiane F. é bastante impresionável, e o seu livro é talvez o melhor e mais eficaz alertante contra as drogas, do que qualquer outra campanha publicitária.

Em 1978 Christiane é mais uma vez presa pela posse de droga, mas o seu testemunho é tão apelativo, que os jornalistas Kai Hermann e Horst Hieck prolongam a entrevista para dois anos, tendo a obra como título original “Wir Kinder vom Bahnhof Zoo”, em menção á estação do Zoo, onde Christiane se prostituia com as amigas e o namorado Detlef.

O livro dá particular atenção á luta diária pelo dinheiro necessário para usufruirem da dose necessária para um dia. Cada dia é igual ao outro. A mesma preseguição, o mesmo desespero, a mesma procura. Todo o dinheiro que conseguirem destina-se para a dose necessária. Se sobrasse, logo se presentiariam com comida rápida, alcoól, ou qualquer outra futilidade.

A vida passa a orientar-se totalmente  á volta da droga e cada dia que passa é vivido inteiramente no presente. Christiane revela a overdose como a dose dourada. Na verdade ela própria sonhou várias vezes e tentou por mais algumas, pôr fim á sua vida através da overdose, pois vê na morte a unica saída para o vicio.

Na verdade o livro é tão  explicito que leio-o por vezes de olhos franzidos, desviando por vezes o olhar do livro, devido ás imagens que ocorrem na cabeça, com as agulhas ferrugentas, entupidas, as erupções de sangue quando a droga era arenosa e mal aquecida.

A cada dia o vício era maior, e para ele, mais droga era necessária.

A prostituição acaba por ser a saída mais fácil para arranjar dinheiro. É chocante, o testemunho  de jovens com 12, 13, 14 anos, exporem-se á prostituição, depois do jantar, a fim de levar consigo a dose diária de heroína. Os seus preços rondavam sempre, o preço exigido pela droga.

Após o sucesso do livro, Christiane terá na eventualidade largado as drogas por um tempo, mas na verdade o dinheiro recebido pela editora teve o mesmo destino de sempre. Ainda hoje em dia Christiane luta contra as drogas e o seu único filho, foi-lhe retirado pelos serviços sociais alemães.

One response to “Os Filhos da Droga

  1. Pingback: Dois clássicos sobre dependência de estupefacientes « Aliquid Novi

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s