A Inspiração da Saga Twilight

A saga Twilight é uma obra ficticia de Sephanie Mayer.

De acordo com a autora, toda a história começa após um sonho que esta teve no ano de 2003, onde viu um lindo prado florido, onde uma jovem e um vampiro se beijam apaixonadamente.

A autora começa assim por escrever o décimo terceiro capitulo do livro Crepúsculo, sendo esse o ponto crucial para a criação da história. O livro é escrito deste capitulo para a frente, e só depois é criado o verdadeiro inicio da história.

Stephanie Mayer revelou em várias entrevistas  que não escolheu o tema vampírico, mas sim que este o escolheu a ela. A criação dos seus personagens não seguem o padrão original de Bram Stocker (criador do conhecido personagem Drácula). Reve-la ainda numa entrevista:

“Quando soube que Twilight poderia ser publicado, comecei a pensar se os meus vampiros eram muito iguais ou muito diferentes dos outros. Claro, eu estava muito aprofundada nos meus personagens para fazer mudanças…  não decidi tirar as presas e os caixões e as outras coisas para distinguir os meus vampiros;  foi simplesmente como eles chegaram até mim.”

No entanto atrevo-me a reparar que existem várias nuances entre a saga twiligth e o filme “ A Entrevista com o Vampiro”. Na verdade, as ideias que tornam esta saga tão original e sem precedentes, encontram várias semelhanças no filme de  Neil Jordan, baseado no livro de Anne Rice.

Para fãs do Vampírico do novo milénio, deixo-vos alguns precedentes deste filme dos anos 90, baseado no livro de Anne Rice.

O filme dá ênfase á beleza excentrica e adquirida que ocorre após a transformação de humano para vampiro. A perfeição, o delineamento, a postura, tudo ganha uma nova forma, para o ser imortal. É com os novos atributos e beleza chamativa que os vampiros envolvem as suas vitimas, seduzindo-as para a morte com um carisma atractivo.

Outro promenor importante, é também a morte dolorosa que a transformação consiste. Vemos já implicito no filme que a ideia de transformar o corpo humano em algo poderoso e imortal, trás um sofrimento hediondo além da morte.

A personagem Louis (protagonizada por Brad Pitt), é um novo vampiro criado para se tornar o companheiro imortal de Lestat ( Tom Cruise). Loius no entanto, vai de encontro á sua natureza assassina, e sede imortal, decidindo sobreviver apenas com o sangue de animais.

Louis experiencia várias crises existenciais, com duvidas tais como, se o vampiro terá alma, se Deus realmente existe, e se o seu destino será o inferno.

No entanto  o cheiro chamativo do sangue de Claudia, uma pequena criança que se encontra ás portas da morte, desencadeia em si uma reação institiva a qual não consegue resistir.

Após beber do sangue de Claudia, Lestat transforma-a numa vampira. Alguns anos mais tarde uma seita de vampiros encontra Claudia e exige pena de morte para a criaçao proibida e aos seus criadores, pois vai de encontro ás suas leis transformar crianças em vampiros devido á sua exigencia infantil, falta de cuidado e vulnerabilidade.

Não percebem que Claudia é já um adulto, aprisionado no corpo de uma criança, tendo como companheiro na eternidade Louis.

No entanto o amor que liga Louis a Claudia, não preenche os requesitos para se tornar num romance, pois nenhum leitor se poderá associar a uma ligação tão exótica.

Atrevo-me a dizer que um Romance como Twilight tinha todas as bases para nascer, pois bastava dar ao protagonista feminina o papel comum ao qual todas as jovens se podem identificar.

A beleza excentrica e imortal, a sensualidade, o cheiro atrativo do sangue diferente para cada vampiro. O estilo de vida dos Cullen ligado ao sangue animal, a duvida da existencia de alma na consciencia de Edward, a morte e o sofrimento para a tranformação vampirica, o tabu da criação de crianças vampiras, e uma seita maior com menção de fazer cumprir as leis num mundo mistico, são ideias todas elas caracterizadas no filme “ A entrevista com o Vampiro.”

Stephanie Mayer afirma que “não idealizou, e sim que os vampiros apareceram para ela”. Mas com certeza que ela  viu o filme de Neil Jordan, antes de adormecer na noite de 02 de Junho de 2003.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s